sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

psiuuuuu.....



 Foto Jon Nazca

Silêncio por um minuto
É preciso teto
para o pouso
Para que o corpo
aterrise fora dessa dor
que nos surpreende
Mesmo por um segundo
para que as orações
funcionem
Silêncio por um tempo
sem limite na agenda
para que alma vença
E enfrente o mudo motor
em pane e possa
superar a montanha
Para que todos escutem
o sonho driblando
o pânico
Para que permaneça conosco
esse abraço depois do gol
que  levanta voo

Nei Duclós 
 

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017






O lugar estava ali, a pessoa apareceu, depois a pessoa partiu, o lugar continuou, o lugar tinha feito a pessoa, a pessoa havia transformado o lugar.

José Saramago 
 

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017


 Foto Ata Mohammad Adnan


Nossos filhos já estão bem grandes
Uns namorando, outros casados
E a linda Espatódea que plantamos
Enche com suas flores o asfalto


Nando Reis

 

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017


 Foto Dimitris Michalakis


No inverno posso ser verão
Ser um só e ser camaleão
Posso estar por um segundo
Posso dominar o mundo,

Eu não
Eu só quero ir fundo nesse mar
Me lançar no espaço sei voar
Eu só quero estar no meu lugar
 


Rodrigo Maranhão
 

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

                                                                            Foto Danish Ismail
 


Vim só dar adeus, disse ela. E virou-me as costas, 
exibindo a mochila lotada de poemas.

Nei Duclós 

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017


 Foto Amir Cohen


Tudo o que é bonito e não tem com quem dividir dói por dentro. Pássaros na janela, bolinho de chuva, lua cheia, um filme sensível, um livro feito de suspense, a neblina cobrindo o rio, as estrelas no alguidar da noite, uma orquídea brotando sua pétala de colher. Tudo o que é lindo se não é partilhado sufoca, cria ansiedade, maltrata a solidão. Não temos como segurar a beleza muito tempo dentro da gente, senão ela vira dor muscular, tensão, medo.

Olhar é esquecer. As palavras são nossos olhos para guardar.

Fabrício Carpinejar 

 

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017


 Foto Aaron Bernstein

Os desajustados. Os rebeldes. Os criadores de caso. Os pinos redondos nos buracos quadrados. Aqueles que veem as coisas de forma diferente. Eles não curtem regras. E não respeitam o status quo. Você pode citá-los, discordar deles, glorificá-los ou caluniá-los. Mas a única coisa que você não pode fazer é ignorá-los. Porque eles mudam as coisas. Empurram a raça humana para a frente. E, enquanto alguns os veem como loucos, nós os vemos como geniais. Porque as pessoas loucas o bastante para acreditar que podem mudar o mundo, são as que o mudam  

Jack Kerouac in Off Road

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017


Foto Muhammad Hamed 


Eu queria aprofundar o que não sei, como fazem os cientistas, mas só na área dos encantamentos.

Queria que um ferrolho fechasse o meu silêncio,
para eu sentir melhor as coisas incriadas.


Queria poder ouvir as conchas quando elas se desprendem da existência.

Queria descobrir por quê os pássaros escolhem a amplidão para viver
enquanto os homens escolhem ficar encerrados em suas paredes.


Manoel de Barros in Gratuidade das aves e dos lírios

 

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017


Foto Anuwar Hazarika


Sou triste, quase um bicho triste
E brilhas mesmo assim
Eu canto, grito, corro, rio
E nunca chego a ti


Caetano Veloso
 

Foto Chris Wattie


Se o amor escraviza
Mas é a única libertação
Minha voz é precisa
Vida que não é menos minha que da canção

Caetano Veloso